sábado, 23 de janeiro de 2016

Falso Feminismo, Femen e Sara Winter

Sim, as três palavras-chave do início deste post tem todo sentido. Eu posso não ser especialista no assunto quando se trata de feminismo, mas não é por isso que eu não vou me considerar feminista e poder dialogar sobre isso aqui no blog. Sou feminista sim, até o final dos dias da minha vida. Enfim, o que me fez escrever este post foi a ardência que me deu nos olhos ao ler um post no blog maravilhoso da Lola, falando sobre a "ex-feminista" Sara Winter, que é uma desequilibrada que queria defender os direitos entre homens e mulheres usando o nome de uma nazista (oi? lógica? cadê você?). Sim, a criatura tem coragem de se dizer feminista e usa o nome de uma mulher abertamente fascista para ir às ruas em nome do "feminismo". Para vocês verem que o mundo tá bem perdido. Para vocês perceberem que não é porque a pessoa usa moda alternativa que o pensamento dela também é. Prova viva.

Essa mulher: não seja essa mulher.
No post da Lola, que deixei no link no parágrafo acima, tem um pouco do histórico da moça, que aos 17 anos era abertamente ligada ao nazismo e simpatizante de partidos de extrema direita, enfim, um monte de asneiras. Daí a criatura se mudou para a Europa e começou a fazer parte do famoso FEMEN, um movimento pseudo-feminista (para vocês terem noção nem eles mesmos se consideram feministas, sei lá que porra é aquilo) bem famosinho por sinal, que são algumas moças europeias que fazem protestos bem extremistas, saem nuas e tal. Daí ela saiu dessa droga e veio para o Brasil fazer o Femen BR. Acontece que agora ela desistiu do feminismo e agora se tornou uma reacionária, a favor de pérolas como o famoso Bolsomerda (Bolsonaro) que é o Hitler contemporâneo, né não? E escreve um monte de merdas para desfigurar o feminismo. O pior disso tudo é esse marionete se unir a uma desgraça chamada Marisa Lobo, um traste de psicóloga (eu acho que foi por essa psicóloga que a Sara Winter passou) que é a favor da cura gay e anti-feminista, enfim, uma reaça daquelas...

Extremismo estético, mas a mente é rasa...
E aonde eu quero chegar com tudo isso? Que pelo amor de Baphomet, essa criatura nunca foi feminista e nunca será pelo jeito. Uma pessoa que não sabe o que quer, e pior,  muda de opinião puramente para chamar a atenção. Sabe o que você quer querida? ATENÇÃO. Você quer atenção? Coloca uma melancia na cabeça, ou pior, fala que você é a favor que mulheres que são mães ganhe menos, ou que você acha legal as ideias doentes do Bolsonaro! Você não quer direitos iguais para homens e mulheres, você quer ser a gostosinha revolucionária que chama atenção! E ficou de mimimi porque que as feministas não estão nem aí para você, ora, mas é claro! Uma pessoa que não tem confiança nem mesmo no que pensa, você acha mesmo que alguém vai confiar em você? Se nem você mesma sabe o que quer querida! Decida-se! E sim, a direita tradicional tá te fazendo de fantoche! na verdade eles não confiam em você, é porque eles sabem o quanto você é desequilibrada e manipulável. Eu acho que pelo menos meter essa sua fuça em um livro faria diferença (ou uma consulta no psiquiatra). Seus discursos e atitudes extremistas não servem de nada, a não ser para mostrar o quanto você é infantil e manipulável. Na boa, se eu fosse você criatura, não ficava se cagando ainda mais falando essas merdas na internet... Eu tenho muita pena de você, na boa.

E cara, sabe o que mais da dó? É que essa infeliz vai ser zoada pela direita, porque ela se veste como uma "vadia". Ela tem sidecut, ela usa moda alternativa, ela tem tatuagens e usa maquiagem forte, enfim, acho que você não tem muito futuro por essas bandas não... Já vi alguns dizendo que para ela ser da direita mesmo ela terá que "emagrecer um pouquinho" e tirar "essas maquiagens pesadas". Enfim, tá fazendo outra merda agora. Ela se supera a cada dia. Nunca vi algo igual!

Enfim, estava com vontade de compartilhar por aqui porque entra muito nos nossos conceitos de alternatividade. A gente se considera alternativo e se depara com certas pessoas promovendo discurso de ódio por aí sem entender tamanha contradição. Tá aí a prova de que nem sempre ter um cabelinho colorido te faz revolucionária. 

Beijos!

6 comentários:

  1. Vem cá moça me dá um abraço <3

    Você escreveu tudo que eu penso, teu post ta maravilhoso!
    Fiquei sem palavras aqui.

    Há alguns tempo atrás eu nem sabia que Sara Winter existia e quando descobri que dei uma pesquisada fiquei chocada com ela e com as barbaridades que ela dizia.

    MAIS POSTS ASSIM, POR FAVOR?

    ResponderExcluir
  2. Uau adorei! Foi bom pra organizar na mente o que afinal é Sara Winter.

    ResponderExcluir
  3. É exatamente o que eu acho. Muita gente acha que o alternativo tá na maneira de vestir, mas eu discordo. Claro, existe um meio de se vestir alternativo, mas existe uma diferença entre uma pessoa que se veste assim e uma pessoa que realmente é alternativa, tem a mente diferente do mainstream etc. Conheço muitas pessoas que tem uma mente totalmente alternativa e se veste de um jeito muito padrão, e muita gente com estilinhos bacanas mas com a mente vazia e tão "limitada" (entre aspas porque o limite do qual falo é a cultura mainstream, não que a pessoa seja burra ou algo do tipo) quanto o padrão.

    Entendo a tua indignação, e concordo com muito do que você diz, mas, como dito, ela está sendo manipulada. De certo modo, ela tem culpa das besteiras que ela fala, mas por outro lado, é bom lembrar que ela não é a raiz do problema, mas sim um de seus fantoches.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. HAUEHAUEHAUHAEHUEHEAUAEAHUEHAUEHAE Muita vergonha dessa mina, meu ¬¬ Sério!
    É isso que eu não entendo, a pessoa nem sabe o que quer ou sequer O QUE QUER PENSAR. Se pensa diferente do meio em que vive, por que não procurar se informar, conhecer a veia dos principais pensamentos políticos e LER, baixar livros, estudar teorias e aí sim ter algum embasamento?

    É exatamente o que você falou, ela quer atenção e está servindo de bobo da corte em uma corrente fundamentalista que nem se sente representada por pessoas como ela.
    É o que sempre digo, eu sou LIBERAL porque acredito que a diminuição do poder de Estado é o melhor antídoto de combate à corrupção enraizada, e acredito que a lógica econômica pregada no gênero é menos cruel com todas as classes e favorece os trabalhadores - que não deveriam se ver obrigados a prestar concursos e inflar a máquina -, podendo então investir em próprios negócios e ampliar horizontes corporativos, agrários, industriais, comerciais e afins.

    Mas... essa mina... o que ela pensa, afinal? Imagina se o Bolsonazi vai lá dar alguma credibilidade para ela? Meu.. na boa. Não merece atenção nem dos movimentos feministas, esquerdistas, centro-esquerda ou centro-direita... É apenas um fantoche que será vista como uma palhaça pela galera mais radical.

    É como a galera reacionária do Sul montando partido contra aborto e manifestações homoafetivas em público ¬¬. Não tem pensamento em prol de ninguém, a não ser prejudicar minorias.

    Sinceramente, respeito todos os extremos, mas até nisso há exceção. Quando a pessoa é religiosa e exige respeito, entendo, desde que pratique esse respeito em troca (e infelizmente é o que menos acontece). Sinto vergonha de pessoas exageradas assim que mal se instruem e pregam verdades enlatadas só pra pertencer a um meio. É por isso que este país não vai pra frente, ninguém dialoga, só cospe em cima das ideias alheias.

    Fico até triste de tão revoltada..aff!

    ResponderExcluir
  5. Essa mina é looooca!

    kkkk

    Ser feminista não é isso!

    www.pormanadabelem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa.. eu sempre odiei essa idiota dessa Sara Winter.
    Pessoinha rasa de tudo. Só quer aparecer, ter fama, status. O negócio dela não é defender nada não, nem feminismo, nem esquerda, nem direita. O negócio dela é só ser o centro das atenções.
    Sobre ela ser alternativa, pra mim nunca foi. Pra mim ser alternativo sempre esteve muito mais ligado a atitude do que apenas aparências.
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir